Tag: Competindo com os Chineses

Harb e os Chineses (Parte II)

As peças importadas ficavam cerca de 30% mais baratas do que produzidas localmente. Harb pensou que não era um número impossível de se buscar. Silvio fez um levantamento e identificou as peças de maior volume e passou para Harb uma planilha onde constavam os respectivos custos de cada operação, juntamente com as folhas de processos onde era possível checar parâmetros de corte, além dos detalhes sobre as características de cada ferramenta (classe de metal duro, geometrias de quebra cavacos, formatos, raios de ponta, etc.)

Ler post completo

Harb e os Chineses! (Parte I)

Harb, um amigo pessoal,  começou na empresa em setores que nada tinham a ver com vendas. Começou como técnico de metrologia e foi líder do setor. Posteriormente, teve a oportunidade de organizar a área de recebimento de materiais e acabou tendo participação ativa na implementação do sistema de qualidade da empresa. Nesse período teve contato com métodos e muitas ferramentas de gestão da melhoria de processos (CEP, PDCA, FMEA, PARETO). Isso, ao longo da carreira viria a lhe ser muito útil no enfrentamento dos tantos desafios que a vida profissional ainda iria lhe impor. Certo dia, em um desses momentos em que as empresas se veem obrigadas a enxugar as estruturas da fábrica, deram-lhe a oportunidade de ir para o departamento de vendas, pois Harb era um talento a ser preservado, apesar da contingência surgida nos setores produtivos.

Ler post completo