Logo-grupo-cimm

Não tens tudo o que queres? Ótimo!

1abcdefgh aA vida para nada serviria se tudo tivéssemos. Se nos bastasse estalar os dedos para obter tudo o que desejássemos, para nada serviria o viver e nada teria valor. Se quer pensar seria preciso! Tudo estaria resolvido. Todos os esforços seriam supérfluos. Estudar, planejar, pensar, trabalhar, inventar, criar, produzir, vender, tudo perderia a razão de ser, pois tudo estaria pronto! Seríamos como uma abelha rainha! Todas as cotas já estariam vendidas, todos os budgets alcançados, todos os números seriam azuis, todos os controles seriam descartáveis, tudo estaria feito e o mundo precisaria de nossa interferência para absolutamente “nada”.

Se todos os nossos desejos fossem atendidos, nossos chefes seriam santos, nossos subordinados seriam arcanjos, nossos concorrentes seriam dóceis e cumplices de nossos propósitos, nossos filhos pensariam exatamente como nós e seríamos verdadeiras almas gêmeas de nossos pais. O governo seria a ética encarnada! Nossos vizinhos seriam tão amáveis quanto nossos avós! Nossos professores seriam a personificação de nossos atores prediletos e nossos alunos seriam anjinhos vindos do paraíso! Como tudo já estaria realizado e à nossa disposição, seríamos verdadeiramente, inúteis! Concorrentes nem existiriam! Não haveria o que lamentar, por outro lado, nada a comemorar também! Sendo mais trágico, seria como estar morto! Nada a fazer, sabe!? Sim! Quando se está morto já não há o que disputar, o que vender, o que faturar, o que pagar, o que cobrar, nem preços a aumentar, nem atrasos a justificar, nada para se preocupar, nada para resolver, simples assim! Por outro lado, quem usa desse subterfúgio, matar-se, para fugir da própria missão aqui na terra, cospe na cara de Deus, rejeitando o presente que nos é dado por graça, chamado vida.

Nossa existência nos dá sentido e razão de ser. De todos os ventos e brisas do mundo o mais maravilhoso dos sopros é a vida. Somos sementes de Deus. Assim sendo, para nos aproximarmos dele em imagem e semelhança, precisamos aprender a vencer nossos desafios, precisamos aprender a manter a serenidade, a amar, a entender a necessidade de nossos conflitos e. acima de tudo, parar de reclamar e começar a agir! Sem desafios seremos sempre os mesmos, não iremos evoluir, estaremos fadados a jamais sair da letargia ou da ignorância. Estaremos para sempre condenados a repetição do mínimo e daquilo que não exige raciocínio! Seríamos como porcos que não precisam de estratégias e nem de ideias inovadoras!

Quando tudo se tem, tudo apenas é, tudo unicamente já está como gostaríamos que estivesse! Sem luta, sem conquista e sem vitórias, sem embates, sem gozo, sem sal, sem estímulo. Seríamos “deuses”! Às vezes penso sobre o porquê fomos criados e porque nos foi dado o livre arbítrio! Creio que a vida de Deus, sem nós, deveria ser muito monótona. Tudo era e continuaria sendo como sempre foi. Creio que damos a Ele muita ocupação! A vida implica em mover-se, em ser mais rápido, em ter a melhor tática, em ser o mais audacioso, em disputar espaços, em invadir territórios, em cativar amores, em criar discípulos, em fazer valer o fato de poder nascer e de estar vivo. Creio que aqui psicografei o espermatozoide que fui um dia! Concorrer, disputar, conquistar é parte intrínseca da vida! Para ser vitorioso é preciso estar consciente de que nem sempre haverá alguém para nos afagar ou dar razão, quando chorarmos ou  perdermos algo ou alguém. Principalmente quando papai e mamãe já partiram.  Nossas lágrimas nos tolhem a lucidez da visão e sem visão não encontramos os caminhos que podem nos levar aos melhores destinos.

Se todo apaixonado fosse correspondido, não haveriam poetas, nem poemas! Se toda venda fosse fácil, vendedores teriam valor algum! Nem tudo o que queremos podemos ter, contudo, deixar que uma oportunidade passe sem se quer ter tentado é como morrer fugindo ao dever da luta, covarde e sem glória!

Marcondes                      04 de Fevereiro de 2014                       02:10

 

Gostou? Então compartilhe