Logo-grupo-cimm

Por que tão poucos fazem sucesso?

1 AA Negrinho Viloinista

Sucesso é provavelmente um dos objetivos mais almejados pelas pessoas! Sim! Pelas pessoas, pois todos os demais seres viventes da face da terra apenas vivem sem, aparentemente, nada almejar. Não lhes ocorre aplicar mais ou menos recursos nisso, mais ou menos tempo naquilo. Nem por isso são ou deixam de ser felizes. Nem se conformam, nem deixam de se conformar. Tudo apenas é o que é. Não desejam ser mais, nem menos do que são. Não se sentem marginalizados, nem privilegiados. Usufruem do que, por graça, a natureza lhes concede.  Nada podem fazer em prol de si mesmos, simplesmente se submetem à sorte que naturalmente lhes repousa sobre as cabeças. Seguem o próprio instinto! O mais feroz lidera, o mais forte se alimenta do mais fraco, o mais frondoso sufoca as sementes dos que, por ventura, germinarem sob suas sombras. Porém, assim é, como sempre foi e deve continuar sendo. Apesar disso e ao menos até o momento, não se vê gazelas com síndrome do pânico, leões com depressão psicológica, hienas com complexo de inferioridade, tigres diabéticos, leopardos hipertensos, urubus com gastrite, tartarugas com alta ansiedade, elefantes com Alzheimer, orcas com mal de Parkinson, nem guepardos cardíacos, enfermidades tão comuns entre os seres racionais.

O que vem a ser, então, o sucesso? Algo relativo que, provavelmente só exista para os seres humanos! O que é pouco para um ambicioso contumaz, seria a glória para um humilde menos afortunado. Como já escreveu Pessoa: “ Quem quer pouco, tem tudo. Quem quer nada é livre! Quem não quer e não deseja se iguala aos deuses”. Possivelmente o sucesso seja, nada mais, nada menos do que sentir-se muito bem consigo mesmo! Aquele que for capaz de sentir-se bem com o que tem, nada mais precisa e deste modo, pela lógica, deve, portanto, sentir-se uma pessoa bem sucedida! De todo modo, a receita que serve aos demais seres, na maioria das vezes, não apascentará o infortúnio espiritual daquele que tanto deseja ter e ser!

Cabe pensar, entretanto, sobre a utilidade do raciocínio. Se utilizado para comparações, provavelmente, conduzirá muitos à arrogância e tantos outros ao sentimento de inferioridade. Se sucesso for posses, renda, cargos, títulos, aceitação social, cor da pele ou do cabelo (para quem o tem), silhueta perfeita, beleza física, conquistas amorosas, diplomas, idiomas, viagens é provável que a grande maioria das pessoas se julgue mal sucedida. Contudo, se sucesso for entendido como poder contemplar a beleza das flores,  o sorriso das crianças e o por do sol;  conduzir a si mesmo às planícies, riachos e montanhas, sem que ninguém o carregue; alimentar-se com as próprias mãos e saborear a comida apetitosa da mãe; ver-se refletido no olhar de um pai amigo; inalar o perfume, acariciar a pele e sentir o abraço quentinho  da mulher amada; confraternizar e ter a solidariedade de amigos sinceros; viver sem remédios; ouvir a voz carinhosa de um irmão; poder escolher e ler um bom livro, não tenho dúvidas de que o percentual de gente bem sucedida na vida, aumentará consideravelmente.

Sucesso é algo, possivelmente, ligado à capacidade de amar de cada um. Assim, se não for para amar, nem se levante do leito onde dormes, pois tua vida será medíocre! Farás um bem maior ao universo se continuares na cama! Não entregue à vida apenas parte de si, uma vez que ela o trouxe à luz inteiro e perfeito. Não gaste tua existência amando e sentindo pena de si mesmo. Se for para não por o teu coração naquilo que fazes, envergonhe-se por ter nascido! Tu vieste para modificar o mundo! Usa tua inteligência em favor do bem. Muda o destino dos que não tiveram o mesmo privilégio e abastança que tu. Ensina-os a amar. Dê suporte aos talentos que não tiveram recursos para elevarem-se por si mesmos. Aprenda a alegrar-se com teu entorno, promova momentos mágicos na vida de quem não tem com quem contar. Seja justo, seja ético e orgulhe-se disso! Seja contra os governantes corruptos, porém, nunca contra a tua pátria! Ame tua terra, ame o teu país e a tua gente. Faça tudo isso sem esperar recompensas, pois teu maior privilégio será ter o nome escrito no livro da honra; virtude essa onde reside o máximo do sucesso; se não aos olhos dos homens, com certeza aos olhos de Deus!

OBS: O menino chora pela morte do mestre que o retirou da catança de lixo reciclável. A foto foi feita no velório, durante homenagem prestada a quem o ensinou a ser feliz, surfando as sonoras ondas de um doce violino.

Marcondes                            18 de Novembro de 2013                               18:19

Gostou? Então compartilhe