Tag: Força de vontade

Por que tão poucos fazem sucesso?

1 AA Negrinho Viloinista

Sucesso é provavelmente um dos objetivos mais almejados pelas pessoas! Sim! Pelas pessoas, pois todos os demais seres viventes da face da terra apenas vivem sem, aparentemente, nada almejar. Não lhes ocorre aplicar mais ou menos recursos nisso, mais ou menos tempo naquilo. Nem por isso são ou deixam de ser felizes. Nem se conformam, nem deixam de se conformar. Tudo apenas é o que é. Não desejam ser mais, nem menos do que são. Não se sentem marginalizados, nem privilegiados. Usufruem do que, por graça, a natureza lhes concede.  Nada podem fazer em prol de si mesmos, simplesmente se submetem à sorte que naturalmente lhes repousa sobre as cabeças. Seguem o próprio instinto! O mais feroz lidera, o mais forte se alimenta do mais fraco, o mais frondoso sufoca as sementes dos que, por ventura, germinarem sob suas sombras. Porém, assim é, como sempre foi e deve continuar sendo. Apesar disso e ao menos até o momento, não se vê gazelas com síndrome do pânico, leões com depressão psicológica, hienas com complexo de inferioridade, tigres diabéticos, leopardos hipertensos, urubus com gastrite, tartarugas com alta ansiedade, elefantes com Alzheimer, orcas com mal de Parkinson, nem guepardos cardíacos, enfermidades tão comuns entre os seres racionais.

Ler post completo

Nenhum obstáculo resiste à força de vontade!

Ana Amália Tavares Barbosa (46), não fala, não pode mastigar, nem engolir, não se move, desde julho de 2002, quando sofreu um AVC. Contudo, Ana pinta, estuda e ensina arte a crianças que nasceram com paralisia cerebral. Tudo isso usando o olhar, um leve movimento de queixo e um programa de computador desenvolvido especialmente para ela. Nesta terça (09 de Maio de 2012), às 14h, a artista plástica Ana Amália, defendeu sua tese de doutorado em arte e educação (aprox. 175 páginas) no Museu de Arte Contemporânea da USP, iniciada quando já estava paralisada. Ana faz ainda mais uma coisa, me emociona, por sua, bravura e força de vontade. Ana, mais do que uma vida, um propósito!

Ler post completo