Logo-grupo-cimm

Por que os nativos andavam nus?

1 A Planta Molhada

Tudo o que existe no universo tem um propósito e uma razão de ser. Um motivo para ser o que é e como é! Cada elemento cumpre uma missão necessária a fim de que a existência seja viável e, necessariamente, renovável. Indiferentemente ao que possa pensar ou compreender cada pessoa, tudo ocorre de modo autônomo e perfeito, promovendo bilhões de interações interdependentes e sinérgicas, a cujo resultado final se dá o nome de vida! Antepondo-se, assim, ao que se poderia chamar de caos!

Tudo se dá sem ensaio e certo da primeira vez! No processo evolutivo, cada micro sistema, cada micro cosmo é pleno em significado. Nada ocorre por acaso ou por simples capricho. Cada nano evento tem sua utilidade. Tudo se harmoniza e se ordena, de maneira que toda a biosfera, de algum modo, se beneficie dessa comunhão de infinitas interações. Um fervilhar de ocorrências que culmina na exuberância cósmica desse lindo planeta azul. Obra de arte viva, que se faz por si só, sem nada cobrar, sem nada exigir, a não ser, que não se interfira naquilo que os milhões de anos de evolução estabeleceram e ao que se usa dar o nome de perfeição.

Não há maior ou menor importância entre o dia e a noite, entre o inverno e o verão, ente o morcego e a andorinha, entre a cobra e o lagarto, entre a abelha e a libélula, entre a grama e o arbusto, entre o espinho e o cipó, ainda que, consciências mais medíocres possam manifestar suas predileções. Todos, sem exceção, tem a mesma gênese, contudo, propósitos distintos, porém, indispensáveis.  Nasceram e, até aqui, sobreviveram para proporcionar equilíbrio e renovação!   O fogo, o ar, a terra e o mar são todos cúmplices e, absolutamente, necessários um ao outro! Basta que um desses adoeça, definhe ou se extingua, para que todos os demais pereçam! O orvalho que repousa sobre as pétalas da flor, o pingo de chuva que desliza na superfície da folha, não são menos importantes que a gota de suor que mina na fronte de um executivo ou de um lavrador. Cada evento é consequência e ao mesmo tempo causa na corrente de fenômenos que compõem o cosmos!

Tal constatação permite refletir sobre alguns porquês. Um deles refere-se à nudez de Adão e Eva. Como muitos já se deram conta, há muito simbolismo como pano de fundo dessa passagem bíblica! O homem atual, tornou-se extremamente apegado ao consumo de uma infinidade de coisas, às quais, de fato, não precisa para sobreviver. Assim, para produzir tudo aquilo que supõe, efetivamente, necessitar, escava, remove, aterra, arranca, derruba, queima, inunda, explode, pavimenta, concreta, cerca, seca, poda, suga, cora, cola, mecaniza, extingue, mata, toma, rouba, bombardeia, explora, entre tantas outras agressões, pois recusa-se a integrar-se à própria origem. O homem perfeitamente integrado à natureza é aquele, cujo desapego às coisas materiais é tão grande, que anda nu e nem se dá conta, como Adão e Eva, antes de provarem do fruto proibido. Nada precisa produzir, pois tudo está pronto. A mãe natureza provém absolutamente tudo, desde que se abra mão da ganância e da ambição de tomar o lugar de Deus, o que, provavelmente, constitua a maior de todas as heresias, além de pura vaidade.

Milhões de indígenas, viveram milhares, talvez, milhões de anos, sem fazer dano algum ao meio ambiente. Por conta da pseudo sapiência do homem civilizado, é que todo cidadão passou a sentir-se tão necessitado de coisas, que se, por um lado, agregam algum tipo de conforto, por outro, está extinguindo, deliberadamente, todos os recursos do nosso finito mundo. Não há dúvidas de que, os mais irônicos e sínicos, poderiam dizer que se está propondo a nudez ao povo das grandes metrópoles e ao mundo civilizado. Obviamente que não! O maior dos propósitos é levar as pessoas a refletirem sobre, o que cada uma delas poderia fazer, para reverter esse estado de coisas. Como contribuir para a minimização do consumo, para a introdução de sistemas produtivos ecologicamente sustentáveis, que eliminem os danos feitos à fauna e a flora? Essas que têm tanto direito à vida quanto qualquer humano, embora sejam incontáveis aqueles que discordem dessa alegação! A grande maioria dos indivíduos, sabe exatamente porquê está no shopping ou porquê foi ao estádio de futebol, mas não tem a mínima noção do papel que deveriam exercer na terra!

Marcondes                                   04 de Novembro de 2013                            00:03

Gostou? Então compartilhe