Logo-grupo-cimm

Depois. Maneira suave de dizer “nunca”!

00000000000 x

Dizer que depois tomará uma decisão é um modo ameno de livrar-se da responsabilidade de decidir agora, sobre algo para o qual não se julga preparado ou não tem a devida coragem! É também uma forma de poupar-se dos ressentimentos, que alguém poderia ter, se soubesse agora a real opinião daquele que, estrategicamente, decidiu manifestar-se mais tarde. Deixar para depois, quase sempre, será fruto de alguma incapacidade, incompetência, meramente preguiça ou, quem sabe, doença!

Pessoas, muito gentis, preferem a superficialidade, do que ferir sentimentos. Para quê levar ao fundo, quem se contenta em estar à tona? Entendem que a verdade pouco ajudará a quem só ouve o que lhe agrada os ouvidos. Por conta disso, poupam quaisquer argumentos a quem se julga acima de tudo e de todos. Se já se embebecem de si mesmos, o que alguém, seja quem for, poderia lhes acrescentar?

Ler post completo

Negociar é intercambiar valores!

3819501-7657300004-luke-

Toda decisão é tomada com base em um juízo de valores. Enquanto esse for mantido, é até possível que, por conta do tempo, do lugar e das circunstâncias, uma pessoa tome uma decisão diferente, do que certamente tomaria, se nada a oprimisse. Sendo coagida, poderia mudar sua atitude enquanto aparência externa, contudo, em seu coração, nada teria mudado. Seria apenas uma questão de tempo, para que voltasse a agir como sempre agiu, independentemente, de ser um vendedor, um comprador ou quem quer que seja. William Blake, poeta inglês que viveu no século XVIII, já dizia que “um homem convencido contra a sua vontade, ainda tem a mesma opinião”!

Uma pessoa obesa que se submeta a uma dieta forçada, poderá até se tornar alguém esbelto e mais atraente, aos olhos de muitos. Contudo, é muito provável, que se torne, também, mais um magro triste e deprimido diante de si mesmo. Aos poucos, consumirá a própria vida, sem gozar dos prazeres que inspiram seus sonhos e desejos mais íntimos. Para alguém, cujo valor está centrado no paladar, como poderia ser feliz, sendo privado das cores, aromas e sabores, que lhe dilatam as pupilas, ao mesmo tempo em que lhe excitam as glândulas salivares, a ponto de inundar-lhe a boca?

Ler post completo

O PROFISSIONAL POSITIVO REALIZA MAIS!

Profissional Positivo

Sim! Realiza muito mais, pois seu vocabulário comporta muito mais verbos de ação e substantivos de real importância, do que adjetivos meramente adulativos e ornamentais! Trata-se de alguém que fala para dar sentido ao que deve ser feito, ao invés de, apenas preencher o silêncio com palavras insossas que levarão os negócios a lugar algum!

Elogia com sinceridade e sem excessos, critica sempre construtivamente. Só fala, se o que pretende dizer, puder ser falado na frente de todos e, também, se contribuir para o avanço das negociações. Sua retórica deve, ao mínimo, construir um ambiente amistoso e de confiança mútua. Evita parecer frio. Porém, conversas sobre assuntos do cotidiano, piadas ou brincadeiras, as utiliza, apenas, se forem de bom gosto e livres de obscenidades.

Ler post completo

Teu êxito é proporcional à tua fé!

000000000000000000000000000000000000000000000000 Golis 2

Enfrentar desafios faz parte da vida! Tua atitude em face de cada um deles define a tua glória. Quem quer ficar livre de provações, logrará êxito se permanecer inconcebido. Desse modo, liberta-se de toda e qualquer preocupação. Por outro lado, nada será, além de excesso de contingente e descarte inútil!

O que dá sabor à felicidade é, justamente, fazer por merecê-la. Se tudo te chega por graça, que valor tens? Se permanecesses microgameta, se não fecundasses o óvulo de tua mãe, que destino lograrias? Em vão terias, desesperadamente, chacoalhado tua cauda, entre tantos milhões de semelhantes, que, instintivamente como tu, fluíam ao longo das trompas materna, em busca da promessa de luz. Portanto, se nasceste és um iluminado!

Ler post completo

Sofisticação, essência e significado!

0000000000000000000000000000000000000 Roça

Sofisticação é zelo. Ao sair cuide para que ela o acompanhe, se é que desejas destacar-se em meio a uma legião de iguais. Empenhe-se na apreciação dos detalhes. Capriche o nó da gravata, na discrição do perfume, na combinação das cores, no brilho do sapato, no desenho da barba, se há tem. Vista-se adequadamente! Seja formal onde a formalidade impõe-se como protocolo. Seja informal onde a informalidade for bem-vinda. Evite a vulgaridade a todo custo! Imagem conta muito!

Ler post completo

O poder do vendedor equilibrado!

00000000000000000000000000000 o vendedor equilibrado

Todo bom resultado obtido sem qualquer investimento, pode ser considerado um mero acaso. É até possível que boas coisas possam nos ocorrer pela Graça Divina ou por meio de um milagre, em reposta às nossas orações, por exemplo! Porém, mesmo nesses casos, é necessário fazer a parte que nos cabe. Para aquele aluno que nada estudou para o exame de geografia, pouco valerá, posteriormente à prova, pedir à Deus para que faça com que a capital do Rio de Janeiro seja Florianópolis!  Ou seja, nada valerá a fé para o vagabundo!

Faça a lição de casa, estude com fervor, com desejo de aprender, dê o melhor de si na elaboração das respostas e, em paralelo a tudo isso, peça ao Criador que o abençoe com a nota necessária e ela ocorrerá! Embora não tenha lido isso em lugar algum, aprendi com a vida, que as grandes vitórias se dão nas ocasiões em que razão e emoção se interceptam.

Ler post completo

TUA EQUIPE! IMAGEM DA TUA LIDERANÇA!

0000000000000000000000000 Cap Cistina

A maioria dos estudiosos de administração concordam que qualquer empresa esperançosa de obter êxito no mercado, necessita desenvolver uma visão muito clara sobre o que é hoje e o que deseja e precisa ser no futuro. Além disso, ter claro para si qual o seu propósito de ser, em relação à sociedade e ao seu ambiente externo. Deve estar consciente da missão que deve cumprir para que a visão e o propósito desejados se consolidem.

Toda empresa, necessita estabelecer um conjunto de objetivos a serem alcançados em prazos pré-determinados, que sejam desafiadores, contudo, possíveis de serem atingidos por seus funcionários. Carece de elaborar estratégias competitivas, táticas eficazes e planos de ação inteligentes e criativos. Precisa definir indicadores chave de sucesso, suficientemente, bons para direcionar esforços e recursos no rumo do melhor retorno sobre os investimentos.

Ler post completo

VENDER É MAIS QUE NEGOCIAR UM PEDIDO

00000000000aaa bbb size_810_16_9_engenheiros

Foto meramente ilustrativa

Vender é o somatório de um conjunto de elementos que promovem a interação entre a empresa e seus respectivos clientes. Entre estes elementos podemos citar:

a) Os produtos e todo o material informativo (catálogos, manuais, tabelas, revistas institucionais).

b) As informações dos websites, blogs contando casos de sucesso de outros clientes que aplicaram o produto.

c) Campanhas via e-mail marketing, comunicações visuais (letreiros, anúncios luminosos, cartazes, outdoors)

d) Cartas comerciais bem redigidas, orçamentos claros e objetivos.

e) Sugestões de projetos de melhoria.

f) Convites para eventos interessantes, cartões de natal criativos, agendas de bom gosto, cartões de visita elegantes.

g) Feiras bem planejadas, brindes de bom gosto e qualidade.

h) Seminários voltados às maiores preocupações dos clientes.

i) Distribuidores bem treinados, assistência técnica eficaz.

j) Treinamentos de capacitação na aplicação dos produtos, palestras ligadas à inovação e competitividade.

k) Eficiência logística, disponibilidade de estoques, garantia de entrega.

l) Política de preços competitiva, condições de pagamento atraentes, porém. lucrativas.

m) Atendimento rápido, preciso, assertivo e eficaz e, por último…

n) O mais importante elemento do composto de marketing: o vendedor.

Considera-se o vendedor o mais importante entre todos os demais elementos, porque é a única ferramenta viva de todo esse composto, o único capaz de sentir as emoções e reações de um cliente, em tempo real. Ele é a pessoa que pode elaborar uma resposta ou tomar uma decisão em função do que capta da interação direta com o cliente.

Ler post completo

Só se aprende nadar caindo na água!

00000 Nadador

Comecei a me tornar um leitor assíduo em 1984, quando o amigo Paulo Shimizu, me sugeriu que, ao invés de me aborrecer nas salas de espera dos clientes, levasse sempre em minha bolsa algum livro para ler. A sugestão ocorreu em um dia, quando a ele me queixava do meu aborrecimento, de ter sido atendido com mais de uma hora de atraso, em um cliente com o qual eu havia agendado e confirmado uma reunião para as 14 horas. Gostei e acatei a sugestão do meu amigo.

Comecei pelo livro “Teoria Z – Como as empresas podem enfrentar o desafio japonês” de Willian Ouchi, publicado pela primeira vez no início da década de 80. De lá para cá, li centenas de livros e acabei por montar uma biblioteca de cerca de uma dúzia de estantes abarrotadas deles, muitos dos quais autografados pelos respectivos autores.

Ler post completo

Escreva melhor e amplie seu êxito!

000000 Escrever

Quando alguém escreve para si mesmo, pode escrever como bem entender. Desde que seja capaz de recuperar a mensagem registrada quando, assim, lhe convier! Por outro lado, se estiver escrevendo para que outra pessoa leia, por exemplo, um professor, um entrevistador, um “head hunter” (caçador de talentos), um cliente, um superior ou ainda um colega de uma outra área organizacional, é preciso ser claro e objetivo. Se estiver escrevendo à mão, mesmo que lhe custe o dobro do tempo, é melhor desenhar as letras do que correr o risco de que sua mensagem ou respostas não sejam entendidas.

Quanto mais agradável for a leitura para a pessoa que for ler, quanto melhor organizados estiverem os assuntos, quanto mais evidente estiverem os motivos que levaram à elaboração do texto, tanto melhor será! Quem escreve, deve evitar garranchos, tanto quanto letrinhas muito miúdas. O “n” não pode ser confundido com “m”, nem o “m” com um “in”, o “f” com um “g”, o “p” com um “s” e assim por diante. Um “P” com uma perna curta pode ser confundido com um “o”!

Ler post completo