Logo-grupo-cimm

A felicidade está no modo de olhar!

Media e pão com manteiga

Embora seja um objetivo tão universal, há quem passe toda uma vida buscando a felicidade , sem nunca encontra-la. Gastam o que podem e  o que não podem, investem o que tem e o que não tem e quando falta, parcelam; e tudo a fim de obtê-la. Quando imaginam que finalmente a alcançaram, na manhã seguinte  se dão conta de que a ingrata já se foi. Partiu no breu da noite do mesmo dia, quem sabe para uma casa ao lado. Não leva em conta os sacrifícios feitos para encontra-la. E assim, tudo recomeça, numa espiral  sem fim de humores voláteis , que se expandem ao dilatar das pupilas  e se contraem ao ressecar da garganta. A Felicidade parece ser uma mutante inveterada , um virtual  oásis  que se dissipa ante  olhares incrédulos, cuja inacessibilidade urge  das fomes antigas e insaciadas, dos desejos insatisfeitos, dos egos feridos, das carências mal tratadas, da baixa autoestima, entre tantos outros alucinógenos, que, por sua vez, se encarregam de catalisar os sentimentos de impotência das pessoas, dadas as tantas investidas infrutíferas a procura da mesma. Gerações se perdem nessa odisseia insana, que sobrepõe ostentações cada vez mais sofisticadas, porém estéreis, no sentido de oferecer felicidade perene, enquanto  isso, essa pseudo vilã sorri da  coletividade ingênua , cuja vaidade a impede  de desfruta-la nas coisas mais simples da vida!

Marcondes    19 de Fevereiro 2013              texto concluido aprox às 02:00  revisado às 08:35

Gostou? Então compartilhe