Logo-grupo-cimm

Obrigado 2013! Bem Vindo 2014!

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

O fato, de poder celebrar o ano novo, denuncia que 2013, de algum modo e contra a opinião dos mais sensíveis e lastimosos, ainda nos foi condescendente. Já nos transferiu as lições que nos havia separado e nos concedeu a graça de brindarmos, mais uma vez, uma nova etapa de nossas vidas, que hoje se inicia. Dele, contudo, só nos restará lembranças; algumas positivamente propagadoras de ânimo, outras nem tanto, contudo, apáticos à parte, que ninguém fuja de assumir que temos parte importante  de influência em tudo o que nos ocorre. Olhe mais para o que tem e menos para o que te falta. Preocupe-se mais em honrar o que tens logrado do que maldizer a sorte, pelo que ainda deseja receber! Lembre-se: o maior dos presentes é o amor! A vida é curta de mais para ocupá-la com ressentimentos. Celebre com entusiasmo cada pequena vitória e as grandes virão em sequência. Que 2014 te seja um ano maravilhoso e cada gota de suor do teu justo trabalho te retorne em méritos e respeito. Que o teu riso te seja frequente e ilumine o teu semblante. Que tuas vitórias te cheguem por merecimento. Creia no teu poder de mudar o estado de coisas e serás muito mais feliz! Apegue-se ao material apenas o suficiente, apegue-se mais ao que for elevado no espírito e jamais te faltará o êxito e a felicidade! Que os anjos do Senhor acampem ao teu redor! Feliz Ano Novo!

Marcondes                            31 de Dezembro de 2014                23:45

Gostou? Então compartilhe

5 comments on “Obrigado 2013! Bem Vindo 2014!”

  1. Sergio Rodrigues Responder

    Vai pra você, grande amigo, o texto que escrev8i a dois dias de 2013 se encerrar:

    Este texto é para poucos.
    Não me incomoda que não seja lido por muitos amigos. Quem me conhece, sabe que expresso aqui alguns momentos íntimos da minha vida e do meu amor a Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador e este é um rico momento de intimidade.
    Estamos encerrando um ciclo o ciclo gregoriano de 2013. Salve-nos das confusões de tempo que isso pode ter causado em 1582 DC.
    Enfim 2013 chega a termo, ao fim. Pensei e até o fiz, muitas vezes o amaldiçoando.
    Mas, como todo tempo tem um momento para reflexão, tenho tanto que agradecer este período de 365 dias que não consigo descrever tantos porquês.
    O melhor que tenho a agradecer é ter me trazido em seus estertores, a lembrança de Saulo de Tarso, sim Paulo de Tarso, depois de sua conversão.
    Paulo, da cidade de Tarso, passou a chamar-se Paulo, depois de um encontro pessoal com Cristo Jesus, quando ele, Saulo, e sua comitiva que iriam a Damasco para prender cristãos e entrega-los a castigos recebeu em seu caminho a Luz do Divino Mestre, derrubando a todos de seus cavalos e fazendo notar sua Glória e Esplendor, convertendo-o em um só golpe de Amor.
    São Paulo passa a partir daquele instante a transformar-se no mais importante divulgador e defensor do Cristo, O Ressuscitado, trazendo ao Cristianismo um progresso inimaginável.
    Paulo de Tarso, pouco tempo antes de ser imolado, martirizado, escreve sua Segunda Carta a Timóteo, Cap. 4, 7……..: “Combati o bom combate”
    Exatamente neste ponto é que faço a minha ligação Cristã com o ano de 2013.
    Eu também “Combati o bom combate” E tenho certeza que muitos de meus amigos e irmãos também o fizeram.
    Fomos provados, fomos tentados, ameaçados, diminuídos, humilhados, aviltados por dificuldades de toda sorte. Fomos privados, fomos testados, cobrados em nossa perseverança, em nossa Fé.
    Muitas, mas muitas vezes mesmo, pensei em desistir de meus sonhos, de meus compromissos, de meus ideais, me faltou forças, me faltou determinação, coragem, e acredito que não possa ter sido somente comigo.
    Muitas vezes, quando isso aconteceu, tive provas inequívocas da presença de Deus, através de Seu Espirito Santo de Amor em minha vida.
    Após até de blasfemar, recebi sempre um “recado” me centrando em meus princípios, lembrando-me de Kairós, o tempo de Deus, dos seus planos de sucesso, alegria e felicidade para nossas vidas, das Suas promessas.
    No final das contas, o que concluo hoje, a dois dias do ciclo se encerrar, é que, ele, este ciclo é quase passado em nossas vidas. Nada que tenha acontecido pode ser mudado.
    E o melhor de tudo, sabem o quê:
    Ele se vai! É só lembrança!
    Eu, e você, podemos estar até meio arranhados, calejados, sofridos, mas vivos, sim sobrevivemos ao ano de 2013
    Queria dizer pra este tempo:
    Vá-te !, Desapareça!
    Sei, porém, que apesar de falar assim ele, foi muito importante, pois fez parte de um aprendizado, de um aperfeiçoamento, responsável por me (nos) aproximar mais de pessoas e principalmente de Deus.
    Vá-te 2013, leva contigo todo sofrimento que nos proporcionastes.
    Vá-te 2013, esquece aqui o seu legado de consciência que nos fez e faz edificar nossa Fé.
    Venha 2014, vem de mansinho, transforma tudo em vitórias, felicidade e Amor, progresso e prosperidade.
    Entendeu 2014…….. Prosperidade
    Obrigado.
    By SSergiones

    Como pode ver estamos alinhados em nossos pensamentos.

    Que o seu Ano Novo espelhe o Amor com que enxergas o mundo e seu semelhante, pois ele provém do Papai do céu.

    Abs

    • marcondes Responder

      Estimado SSergiones!
      Obrigado pela tua imprescindível companhia e amizade.
      Há mesmo uma sintonia de sentimentos sobre o que você escreveu e o meu texto.
      Muitos amigos meus enfrentaram muitos desafios em 2013, alguns muito dolorosos até, como a perda de alguém muito próximo ou da família.

      Como o homem estabeleceu um modo de medir o tempo, as épocas e os anos; nossos últimos 365 dias recebeu o nome de 2013, assim como os próximos 365 serão chamados por nós de 2014. É uma convenção e nos submetemos a ela pois fazemos parte do contexto. É possível, porém, que tudo seja apenas um único dia contínuo e sem fim para o Criador.

      É possível, que muitos, assim como Paulo, vê como inimigo aquilo que ainda não compreende. Talvez muitos de nós ainda estejamos aquém de compreender a lógica de Deus, da Natureza ou do Universo!

      Como blogueiro, temo muito equivocar-me, porém, creio muito nas bem aventuranças. Creio que se permitirmos que o amor ao próximo e o temor à Deus dirija nossos pensamentos e atitudes, estaremos muito próximos de alcançarmos a verdade e o real prazer de viver.

      Aquilo que consideramos sofrimento, o é para nós, pois cada um sente o que lhe é particular.
      Se abrirmos as portas da nossa visão, veremos a infinidade de sofrimentos alheios, maiores e menores, que nos rodeiam, mas que, contudo, não nos afetam, pois não nos é particular e vice versa. Contudo, não creio que algo esteja escapando à visão do Eterno!

      Se não formos parciais, veremos que também muita coisa boa acontece a nós e aos demais que nos rodeiam, todavia é possível que não sejamos tão sensíveis em perceber o bem, quanto o somos em perceber o mal. Digo como hipótese!

      Opto por crer, que nada ocorre por acaso e que tudo, de algum modo, nos chega como lição, como aprendizado ou benção. Creio que em tudo deve haver um propósito. Se creio em Deus, não consigo admitir que Ele seja movido pelo acaso!

      Muitas vezes somos forçados a um certo caminho, que por vontade própria não o seguiríamos e, não raramente, o tempo acabará mostrando que sem percorrermos tais rotas, talvez não nos tornássemos mais sábios ou, ao menos, bons conselheiros.

      Não tenho a intenção aqui de ser um eterno conformista, mas ressaltar, que por mais racionais e sóbrios que sejamos, ainda há explicações e detalhes sobre a Divina providência que pode nos escapar.

      Também entendo, assim como fez Jó, que nos é possível maldizer um evento, uma data, como fez a ilustre personagem bíblica, maldizendo o dia em que nasceu, sem, em qualquer momento ter ofendido ao Criador.

      Não é uma tarefa fácil, mas ao menos enquanto conselheiro, escritor, professor e amigo, tentar apresentar a todos os que cruzarem nosso caminho, que aquilo a que tomamos por realidade incontestável, pode ser visto por mais de uma perspectiva e, se tivermos uma mínima chance, que os tomemos sob uma perspectiva positiva, já que temos a convicção de que Deus é bom e não se diverte com o nosso sofrimento, mas que, por Sua própria natureza, deve alegra-se ao ver o nosso esforço em enxergar o mundo e as provações pela perspectiva Dele e não pela nossa!

      Do fundo do coração desejo que você e seus familiares sejam muito felizes em 2014, que encontrem a receita da prosperidade e que sejam grandemente abençoados pelo Mestre dos mestres!

      Te tenho como um irmão de propósitos!

      Mais uma vez te agradeço pela amizade e pela companhia!
      Um grannnnde abraço!
      Marcondes.

  2. Sergio Rodrigues Responder

    Grande Marcondes.

    Estamos mais uma vez na mesma sintonia. Veja se faz sentido? kkkkk

    Que no ano Novo você seja o espelho do Amor ao próximo, Amor que provém do Papai doce-ú

    Abs

    Este texto é para poucos.
    Não me incomoda que não seja lido por muitos amigos. Quem me conhece, sabe que expresso aqui alguns momentos íntimos da minha vida e do meu amor a Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador e este é um rico momento de intimidade.
    Estamos encerrando um ciclo o ciclo gregoriano de 2013. Salve-nos das confusões de tempo que isso pode ter causado em 1582 DC.
    Enfim 2013 chega a termo, ao fim. Pensei e até o fiz, muitas vezes o amaldiçoando.
    Mas, como todo tempo tem um momento para reflexão, tenho tanto que agradecer este período de 365 dias que não consigo descrever tantos porquês.
    O melhor que tenho a agradecer é ter me trazido em seus estertores, a lembrança de Saulo de Tarso, sim Paulo de Tarso, depois de sua conversão.
    Paulo, da cidade de Tarso, passou a chamar-se Paulo, depois de um encontro pessoal com Cristo Jesus, quando ele, Saulo, e sua comitiva que iriam a Damasco para prender cristãos e entrega-los a castigos recebeu em seu caminho a Luz do Divino Mestre, derrubando a todos de seus cavalos e fazendo notar sua Glória e Esplendor, convertendo-o em um só golpe de Amor.
    São Paulo passa a partir daquele instante a transformar-se no mais importante divulgador e defensor do Cristo, O Ressuscitado, trazendo ao Cristianismo um progresso inimaginável.
    Paulo de Tarso, pouco tempo antes de ser imolado, martirizado, escreve sua Segunda Carta a Timóteo, Cap. 4, 7……..: “Combati o bom combate”
    Exatamente neste ponto é que faço a minha ligação Cristã com o ano de 2013.
    Eu também “Combati o bom combate” E tenho certeza que muitos de meus amigos e irmãos também o fizeram.
    Fomos provados, fomos tentados, ameaçados, diminuídos, humilhados, aviltados por dificuldades de toda sorte. Fomos privados, fomos testados, cobrados em nossa perseverança, em nossa Fé.
    Muitas, mas muitas vezes mesmo, pensei em desistir de meus sonhos, de meus compromissos, de meus ideais, me faltou forças, me faltou determinação, coragem, e acredito que não possa ter sido somente comigo.
    Muitas vezes, quando isso aconteceu, tive provas inequívocas da presença de Deus, através de Seu Espirito Santo de Amor em minha vida.
    Após até de blasfemar, recebi sempre um “recado” me centrando em meus princípios, lembrando-me de Kairós, o tempo de Deus, dos seus planos de sucesso, alegria e felicidade para nossas vidas, das Suas promessas.
    No final das contas, o que concluo hoje, a dois dias do ciclo se encerrar, é que, ele, este ciclo é quase passado em nossas vidas. Nada que tenha acontecido pode ser mudado.
    E o melhor de tudo, sabem o quê:
    Ele se vai! É só lembrança!
    Eu, e você, podemos estar até meio arranhados, calejados, sofridos, mas vivos, sim sobrevivemos ao ano de 2013
    Queria dizer pra este tempo:
    Vá-te !, Desapareça!
    Sei, porém, que apesar de falar assim ele, foi muito importante, pois fez parte de um aprendizado, de um aperfeiçoamento, responsável por me (nos) aproximar mais de pessoas e principalmente de Deus.
    Vá-te 2013, leva contigo todo sofrimento que nos proporcionastes.
    Vá-te 2013, esquece aqui o seu legado de consciência que nos fez e faz edificar nossa Fé.
    Venha 2014, vem de mansinho, transforma tudo em vitórias, felicidade e Amor, progresso e prosperidade.
    Entendeu 2014…….. Prosperidade
    Obrigado.
    By SSergiones

  3. Sergio Responder

    Marcondes, desculpe pela duplicidade da postagem. O PC foi o responsável por isso. kkkkkk

    Agradeço pelas palavras e mais uma vez, pode ter certeza que comungamos das mesmas opiniões.

    Deus não nos pune, realmente não se diverte com nossa misérias e enfim torce pela nossa aquisição de consciência. Você amigo, certamente esta anos luz de distancia no despertar da consciência que eu tenha sido iniciado há pouquissimo tempo.

    Obrigado por poder me saciar, bebendo nesta fonte de sabedoria e enriquecimento da alma.

    Abs.

    • marcondes Responder

      Não por isso meu amigo!
      Esteja certo que partilhar o que sei com meus amigos e receber deles o que partilham comigo é um grande prazer!
      Abração!
      Marcondes.

Deixe uma resposta