Logo-grupo-cimm

As atitudes falam mais do que as palavras!

000000 flor na porta

Li recentemente que é melhor presentear com uma rosa na data certa, do que oferecer um anel atrasado. Por outro lado, ouvi também de uma aluna espirituosa que, depende do anel! Subliminarmente, deu-me a entender que um anel de noivado, uma aliança de casamento ou, quem sabe, um diamante solitário, poderia tornar a falha do esquecimento um evento menor! Me pareceu fazer sentido, ante aos possíveis anseios ou interesses ocultos de alguma mulher menos exigente e severa.

“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. Uma singela frase encontrada no livro “O Pequeno Príncipe” de Antoine de Saint-Exupéry, contudo, de um sentido capital e profundo. Ao menos a todo aquele que preze um verdadeiro e bom relacionamento. Muitos são os que sonham em montar e liderar equipes de elevada competência, enfrentando grandes desafios, conduzindo pessoas e organizações a estados de ânimo intensos, promovendo quebras de paradigmas, superando metas, estabelecendo novos padrões de competitividade, buscando, junto a seus clientes, a condição de fornecedor preferencial ou algo de semelhante valor

Ocorre, no entanto, que para alguém alcançar a exclusividade dos favores de um outro alguém ou a preferência incólume de alguma organização, há que se estar preparado para assumir, como desdobramento disso, a responsabilidade e as consequências que tal privilégio confere a tal afortunado. Ou seja, não bastam palavras, sorrisos e promessas, se tudo isso não for seguido de ações à altura das expectativas, que tal comportamento tenha promovido nesse alguém ou nessa organização.

Para liderar é preciso, sim, cativar. Porém, há quem cative por um dia, por interesse em um pedido específico, por uma noite de prazeres, para atender uma carência própria em face de um momento difícil, por um capricho do ego ou para ostentar seu poder de sedução. Contudo, quem assim o faz é algoz de si mesmo. Engana a si próprio. O tempo se encarregará de cobrar, com juros, toda a má fé; se não agora, em algum tempo no porvir!

A natureza é implacável e pacienciosa. Ela, a nada esquece e a tudo põe um preço! Quem hoje sorri se achando incrivelmente esperto. Amanhã poderá apodrecer ao relento. Vermes e abutres que lhes sorverem a carne o regurgitarão de nojo. Talvez não lhes devorem o corpo, darão preferência à alma. De tudo que tais pessoas ou profissionais lograram injustamente em terra, hão de pagar com a aflição eterna do espírito. Ainda que apenas quando o fôlego raro e progressivamente escasso lhes roubar a cor da pele!

O verdadeiro cativar tem endereço fixo na ética, no bom caráter, na boa fé e acima de tudo no amor isento e real ao próximo, assim como, no amor a todo ser vivente. Cativar, perenemente, implica no mais profundo interesse pelo bem supremo. Quanto mais inocente e pura forem as razões que levarem uma pessoa a cativar alguém ou alguma organização, mais esta pessoa fará jus à imagem e semelhança do Sagrado.

Seja bom e justo e serás nobre! Faça tudo bem feito por respeito ao próximo. Faça sempre o teu melhor, pois menos do que isso evidencia a tua preguiça ou o teu desrespeito a quem precisa de ti ou do fruto dos teus préstimos! Se outros assim não o fazem, não te sintas tolo. Antes disso, entendas que estás mais próximo do Éden e tua alma exala um perfume que nenhum alquimista ainda chegou próximo de imitar. Quando passares, se vermes não o tocarem, será por respeito e não por nojo!

Marcondes       13 de maio de 2015          01:15

 

Gostou? Então compartilhe

6 comments on “As atitudes falam mais do que as palavras!”

  1. EDNO LEITE DE AZEREDO Responder

    Bom dia! Meu amigo, esbanjou espiritualidade, mensagem de Deus, muito forte para toda humanidade, poderia até ser imortalizada.Deus te abençoe e te use mais no lado espiritual, vai contribuir com muita gente.

  2. marcondes Responder

    Olá Edno!
    Que bom ler esse teu comentário, me alegra a alma!
    Às vezes penso que pego pesado demais, porém, tenho seguido a voz do meu coração. Entendo que, nem sempre, a leveza exprime o que o amor clama!
    Tua palavras me trouxeram ânimo!
    Muito obrigado!
    Que Deus te abençoe e te assegure uma semana de paz e serenidade!
    Grande abraço!
    Marcondes.

  3. Marcelo Keiji Siono Responder

    Marcondes, parabéns pelas palavras! Infelizmente, no mundo em que vivemos hoje, poucas pessoas tem capacidade ou desejo suficientes para entender a sua mensagem e colocá – la em prática. Vivemos em tempos de superficialidade, ética situacional e moral líquida. A preocupação com as aparências supera o cuidado com o desenvolvimento do caráter, e passou a ser raro encontrar pessoas de princípios e valores. Que Deus continue a lhe inspirar e que você continue a compartilhar as suas mensagens conosco.
    Um abraço!
    Marcelo

    PS.: também achei admirável o seu texto na edição de março da revista Manufatura em Foco, “Há homens que reclamam”. Muito oportuno e de bom tom, tendo em vista os tempos dificeis que enfrentamos. Para o homem proativo, faça chuva ou faça sol, todo dia é dia de construir algo de valor. Parabéns!

  4. marcondes Responder

    Olá Marcelo!
    Muito obrigado pelo comentário e pela visita ao blog.
    Fico muito feliz quando o que escrevo encontra ressonância em outras pessoas. Me faz pensar que nem tudo está perdido.

    O texto ao qual você se refere ” Há homens que reclamam” foi escrito para o blog, porém, para a revista tenho de resumir. No Blog ele está seguido de um filme que me impressionou bastante. Se você ainda não viu, de uma olhadinha quando tiver tempo.

    Grande abraço e obrigado, mais uma vez, oelo cmentário e pela visita!
    Marcondes.

Deixe uma resposta