Logo-grupo-cimm

O que uma pessoa precisa para ser feliz?

1 AAA Casal na ÁguaA felicidade é a meta básica comum a quase todas as pessoas, pois é, praticamente, unânime o desejo de se atingir esse estado de espírito. Tudo o que nos ensinaram é dirigido, de certa forma, para o êxito profissional, diploma, graduação, pós-graduação, fluência no Inglês ou em algum outro idioma mais comercial, uma boa empresa, um bom cargo, dinheiro, uma sala exclusiva, uma cadeira de respaldo alto, dinheiro, uma linha direta, um belo carro, alguns prêmios por desempenho e dinheiro. Tudo no entanto voltado para o trabalho e mais dinheiro. Apendemos de tudo, porém, quase nada sobre o que significa deliberadamente viver, sobre o verdadeiro sentido da vida e menos ainda sobre a necessidade e o real sentido da morte.  A mídia geral faz-nos acreditar que somos… eternos por quanto duremos. Nós e os nossos! Para não nos voltarmos para tais pensamentos, aparentemente, fúteis, consumimos, nos embriagamos de posses e compras.

Quase sempre e desde crianças, imagens de gente feliz e sorridente nos são vinculadas à algum tipo de posse, um carro belo e possante, uma casa bonita, uma viajem oportuna para lugares famosos (de preferência em algum país do primeiro mundo), uma bebida sofisticada, um restaurante famoso, uma roupa de fina estampa, um corpo sarado, uma companhia cobiçada para poder desfilar nas calçadas e passarelas da vida, uma conta farta no banco! Yes!!! Aí sim heim mano!? Como combustível e no centro de tudo isso um ego, que sonha por inflar-se até os confins da imaginação!

Tanta coisa! Tanto esforço, tanto!! Tanto tempo, tanto, tanto tempo investido! Tantas noites de sono!

Oxalá e em tempo o homem aprenda a também, eu disse, também, separar e dedicar tempo para planejar o ócio. Sim! Planejar o descanso, o passeio com a família e a contemplação! Tomara, em tempo, aprenda a contentar-se com o suficiente, a planejar maior qualidade para o amor da sua vida!  Que possa entender que a vida é um pequeno hiato entre duas eternidades desconhecidas. Que talvez, muito mais importante do que ter a si mesmo como centro de tudo é pôr-se a serviço de tudo quanto possa ser considerado luz, de tudo quanto possa ser considerado bem e assim, antes de inflar-se na ignorância do ego, expandir-se ao máximo na sublimação da alma e na elevação do espírito.

Pesado né? Para uma terça feira!! Hummm pesado! Mas quem sabe não seja bom pensar nisso enquanto há tempo?

Ah! Sim! E esses tantos que legislam em causa própria, que ludibriam o povo e que só aplicam leis aos inimigos, aos pobres, aos pretos, aos fracos, aos humildes, aos analfabetos entre tantas minorias? Esses, que roubam, que desviam, que mentem, que mandam matar e mandam soltar, afim de manter seus injustos deleites e ambições descabidas? Sabe! Esses tantos que acumulam riquezas, mas trazem sangue em suas mãos ao invés de calos? Todos tão espertos, não parece? Não encontro palavras e nem semelhança nas mais profundas metáforas que possam descrever a aflição desses infelizes quando passarem para o mundo das sombras!

A sim! A felicidade?? Pode estar agora, agorinha mesmo aí deitada ao seu lado, ou quem sabe num quarto ao lado sonhando com o teu abraço afetuoso, com o teu olhar, com o teu suspirar, com o teu beijo e esperando, sim esperando, esperando, esperando que um dia tu ainda tenhas tempo para brincar, para sorrir descontraído e para amar! Ou quem sabe ela, a felicidade, possa estar em algum canto de uma estância turística, ou em alguma sala de aula de dança de salão, na escola de violão ou em uma mesa próxima à sua no escritório, esperando que tu tenhas maior discernimento sobre o que significa mesmo ser feliz! Trabalhar é preciso, mas não pode custar o viver!

Arrre!!! Fui…

Marcondes         03 de Setembro de 2013       02:50

Gostou? Então compartilhe

16 comments on “O que uma pessoa precisa para ser feliz?”

  1. Edivandro Responder

    Bom dia, realmente não se deve viver para trabalhar, este texto mostra um ponto de vista real da vida, muito bom ler isto pela manha, faz com que repense muitas coisas.

    • marcondes Responder

      Bom dia Edivandro!
      Muito obrigado pelo comentário e pela visita ao blog!
      Muitas vezes escrevo não só para lembrar aos outros para reforçar em mim mesmo aquilo que não devo perder de vista!
      Grande abraço!
      Marcondes.

  2. José Pavani Sobrinho Responder

    Quisera eu entender a felicidade, ela está quase sempre escondidinha atrás das pequenas coisas e gestos, que costumamos a não dar importância.

    • marcondes Responder

      Estimado Pavani!
      Estou contigo!
      Não raro, as pessoas descobrem que já eram felizes, porém, não percebiam.
      Quantos só passam a dar valor a alguma coisa depois de perde-las?
      Muita gente procura ocupar seus vazios emocionais internos com alguma coisa material externa. Muitos passam suas vidas correndo atrás de algo que nunca as preenche, como um cão tentando morder o próprio rabo. Para encontrar a felicidade é preciso olhar mais para dentro do que para fora!
      Grande abraço e obrigado pelo prestígio que me confere a tua companhia.
      Abraço!
      Marcondes.

  3. Cida Responder

    bom dia, margondes vc é uma pessoa iluminada , tem como emprestar um pouco p/ eu ? leio suas mensagens e, fico me perguntando como mudar td isso sim. Porque nessa mensagem estou incuída uma vez que , vivo parecendo que jamais vou morrer , pensando sempre no futuro de minhas filhas , não é fácil dar um estudo descente porque impostos pagamos um absurdo mas, não temos retorno em nada por conta disso , dou o maximo de mim para educar e passar um pouco de sabedoria que acho importante p/ elas viver nesse mundo cão e injusto que temos , e acho que estamos anos luz de as pessoas perfeita e correta conforme as vontades de Deus . te admiro muito vc me inspira obrigado por hoje uma ótima semana !

    • marcondes Responder

      Estimada Cida!
      Obrigado por suas palavras de apreço à minha pessoa e ao meu texto.
      Se formos orientar as nossas atitudes pelo que encontramos de errado no mundo, correremos o risco de tornarmo-nos iguais aos que tanto criticamos. Não podemos desanimar do bem.
      Persista na tua intenção e boa vontade de formar tuas filhas dentro dos princípios adequados da ética e da justiça. Não tenho dúvidas de que você é, e será cada vez mais, razão de orgulho e honra para tuas meninas, além de servir de bom exemplo para tantas outras pessoas ao teu redor.
      Abração!
      Marcondes.

    • Francisco C Marcondes Responder

      Olá Irandilson!
      Me perdoe a demora em responder, acabei passando batido e vi só hoje o teu comentário.
      Amém! Que Deus te ouça.
      Creio que a reflexão é o caminho para a elevação do espírito!
      Obrigado pela visita e pelas tuas palavras!
      Grande abraço!
      Marcondes.

  4. Aldeci Responder

    Cada um deve encontrar a sua ! A sua tal felicidade. Minha filosofia de vida está muito alinhada com os seus comentários. Passo parte do meu tempo treinando para ser feliz e isso me mostra que a felicidade é feita das coisas que nos dão prazer. A família, os verdadeiros amigos, ações que nos dão alegrias, a saúde, o vigor, a inteligência, o sucesso, a calma, o perdão, os bons momentos, o aprendizado, a respiração …
    Saber viver com o que tem prá hoje e saber ter o equilíbrio em tudo. Eu sou feliz.
    Obrigado Marcondes.

    • marcondes Responder

      Olá Maninho!
      Obrigado pelo carinho da tua visita ao meu blog!
      Sabe meu irmão!
      Tenho percebido que muitas vezes as pessoas não são felizes porque desejam algo que ainda não têm e gostariam de ter.
      O bom desejo serve de combustível para a evolução e o progresso, porém, nunca deveriam chegar às margens da obsessão, pois a partir de um ponto, passam a escravizar as pessoas, pois nunca serão capazes de saciar todos os desejos. É como ter o sol pelas costas e correr para alcançar a sombra!!
      Muito da felicidade está no desapego ao mundo material e o apego à sabedoria!
      Você é uma daquelas pessoas que considero sábia!
      Grannnnde abraço!!!
      Tio Chico!

  5. Luiz Henrique Responder

    Olá Marcondes!
    Não sei se irá lembrar de mim. Fiz um curso ministrado por você no Centev da UFV.
    De vez em quando, ainda não com a frequência que desejo, dou uma passada no seu blog para desfrutar um pouco da sua sabedoria e da sua visão positiva sobre a vida.
    Parabéns pelo seu texto! Por muitas vezes perguntei a mim mesmo ou filosofei com amigos sobre o que era realmente a felicidade. O que era preciso para alcançá-la? Ou mesmo, nos vinha à mente a dúvida se já não éramos felizes mas a insaciável sede de querer mais não possibilitava a nós enchergarmos que era exatamente daquele jeito que estávamos vivendo que era tudo o que queríamos para as nossas vidas. Por muito tempo me perguntei que caminho eu devia seguir, que escolhas eu devia fazer. Mas a melhor resposta que obtive não foi dada por mim ou por meus amigos, mas pelos meus erros e são eles que me guiaram e me guiam na busca pela minha felicidade. O que uma pessoa precisa para ser feliz? Essa é a resposta cada um irá encontrar, mais cedo ou mais tarde. Mas uma coisa que aprendi e digo: não devemos esperar pela resposta ou buscar incessantemente por ela. Devemos viver da forma que acreditamos ser a melhor para nós. Cuidemos do que amamos, e o que nós amamos irá retribuir. Vida que segue…

    Abraço!

    • Francisco C Marcondes Responder

      Prezado Luiz!
      Tuas palavras e tua visita ao blog me alegram!
      Questionar sobre os caminhos da felicidade é algo positivo, pois conduz a mente a propósitos mais nobres.
      Saber que jovens como você e seus amigos investem tempo nesse tipo de pensamento elevado, me faz ver que a sociedade ainda pode manter a esperança de que o mundo pode ser cada vez melhor.
      Um dos pensamentos que mais me influenciam é pensar que a felicidade é um estado de espírito. Há um clássico de literatura chamado “Pollyanna” escrito por Eleonor H.Porter, que conta a história de uma menina que gostava de brincar de ser feliz e com sua atitude positiva, em relação a tudo, influenciava positivamente o humor até das pessoas mais amargas.
      Fiquei muito contente com tua visita e comentário, contribuiu para elevar a minha felicidade.
      Grande abraço meu amigo!
      Que você e teus amigos encontrem o melhor dos caminhos para a verdadeira felicidade.
      Marcondes.

  6. Edilson Responder

    Bom dia amigo Marcondes.

    Vou te dizer onde penso que está a felicidade:

    Amar a Deus sobre todas as coisas, e amar o próximo como a nós mesmos.

    Simples assim penso eu.

    Ósculo Santo!!!

    • Francisco C Marcondes Responder

      Estimado Edilson!
      Obrigado pelo comentário e pela visita ao blog!
      Gosto da tua definição e também procuro segui-la.
      Creio também que caberia interpretar tudo o que é necessário, ou seja, qual é o conjunto das atitudes e comportamentos implícitos à ação de amar a Deus?
      Por exemplo: Sabemos que por amor a Deus há quem tenha atirado aviões tripulados em prédios (torres gêmeas) matando milhares de pessoas, etc.
      Talvez possamos dizer que eles amam a um outro Deus, ou amam ao Deus errado, mas eles estão convictos de que são mártires e santos do mesmo Deus, que para eles tem um outro nome (Alá)!!!
      Nesse caso, talvez, não para nós, mas ainda há muita gente que não sabe quem é mesmo Deus! Ou será que nós também podemos estar equivocados? Penso que não!
      Entendo que todos de modo geral desejam ser amados, porém, nem todos interpretam o amor de igual maneira. Você deve conhecer o livro “As cinco linguagens do amor”. Um excelente livro.
      Assim, antes de amar alguém é preciso saber no que consiste o amor. O que Deus interpreta como amor?
      Creio que o verbo amar é amplo, de modo geral, o homem para demonstrar um verdadeiro amor por Deus e pelo próximo, acabaria tendo de seguir os outros 8 mandamentos (não matarás, não prestarás falso testemunho, etc.) pois a falha em um, resultaria em falta de amor.
      Um outro dado seria sobre o próximo! Seriam próximos apenas os seres humanos? Se alguém trata bem o humano e trata com crueldade os animais, será que o nosso Deus se alegraria? Deveríamos incluir entre os próximos também os demais seres viventes, como árvores, plantas, etc!
      Te escrevo isso com o único propósito de manifestar as nuances dos meus próprios pensamentos.
      De todo modo, estou contigo, que todo santo ama a Deus e ao próximo, portanto a busca pela santidade pode ser sim a busca da felicidade, pois ainda não ouvi nenhum relato de algum santo que servisse a Deus com tristeza!
      Mais uma vez obrigado pela visita e pelo comentário!
      Grannnde abraço!
      Marcondes.

  7. Gilmar Vilarim Responder

    Boa tarde caro amigo,a felicidade esta nas pequenas coisas,nos breves momentos da vida e saber identifica-los que é o grande segredo para viver com o pouco parecendo ter muito……abraços

    • Francisco C. Marcondes Responder

      Olá Gilmar!
      Tava dando uma percorrida no blog, pelos posts mais antigos e vi que você comentou esse post e eu não havia te respondido. Me perdoe!
      Creio que foi Seneca que disse que não era a falta de recursos que tornava o homem infeliz, mas o sobrelance dos desejos.
      Em geral. as pessoas estão sempre desejando mais do que precisam para serem felizes!
      Grande abraço!
      Marcondes

Deixe uma resposta