Logo-grupo-cimm

Individualidade vencer é um acaso!

Equipe Alta Performance

De modo geral, nossa educação privilegia mais o individualismo. Desde pequenos somos incentivados a nos destacar de todos os demais. Se, ao contrário, fossemos desde crianças incentivados a compartilhar os méritos, se recebêssemos um reforço positivo toda vez que agíssemos em grupo, que fôssemos éticos, que respeitássemos ao próximo e ao meio ambiente, é possível que o nível de competitividade das empresas atualmente fosse, no mínimo, muito diferente e , provavelmente, muito superior.

Em um mundo organizacional tão competitivo é possível que os piores inimigos de uma empresa não sejam os concorrentes externos, mas sim os concorrentes de dentro da empresa. Se a liderança não for suficientemente hábil para criar um ambiente amistoso, as disputas internas por poder, costumam sugar muita energia que deveria ser utilizada na construção de estratégias vencedoras, capazes de encantar clientes e multiplicar resultados. 

Segundo Lars Bursche, um amigo e meu ex-diretor, quando se tem um ambiente amistoso, 100% da energia de cada um é concentrada no trabalho, contudo, quando paira no ar um clima de disputas e revanchismos, apenas 50% dessa energia é orientada ao trabalho, os outros 50% é dedicada a ações de defesa ou ataque aos desafetos. 

Há pessoas que por sua própria natureza e reflexão chegam a essa conclusão, contudo, nada como uma organização consciente desse fato que entenda a necessidade de se investir adequadamente na criação de equipes cooperativas e felizes. Existem inúmeros livros de endomarketing, também chamado de marketing interno, que podem oferecer ideias e ações interessantes para os gestores que não sabem por onde poderiam começar. 

A empresa precisa investir em ações que façam seus colaboradores se tornarem aliados de seus projetos, sonhos e previsões. Desenvolver o espírito de equipe tornou-se uma grande indústria de DVDs, filmes, palestras, seminários, consultorias, assessorias e outros tipos de abordagens e orientações, que podem ser um começo, contudo, o êxito sempre se consolida pela ação contínua e bem orientada da liderança. 

Os gestores, por princípio, antes de pensar no que fazer para “motivar”, deveriam começar pensando que ações tomar para “não desmotivar” o seu grupo de liderados. As pessoas, em sua maioria, estão motivadas quando começam a trabalhar numa determinada empresa. Apesar do nervosismo habitual, tudo, nesse momento, costuma estar ligado a pensamentos positivos. A desagregação surge, na maioria das vezes, por questões emocionais mal resolvidas e  à medida em que falte a intervenção precisa e adequada da liderança na solução de pequenas divergências que podem, com o tempo, se tornar uma “bola de neve”. 

Nesse sentido, é muito importante que todos tenham bem claro quais são os valores e os propósitos da companhia e como esses devem orientar todos os comportamentos. Clareza, transparência e bons feedbacks costumam ser muito úteis neste sentido. Por “panos quentes” ou retardar uma intervenção só adia o problema e tende a torná-lo maior.  É muito importante que os gestores aprendam a criar ambientes, ritos e celebrações que incentivem mais as ações conjuntas do que as individualidades. 

Há muito o que falar sobre esse tema, continuaremos depois. 

Abração e boa semana a todos! 

Marcondes.                                  01 de Abril 2013                               00:42

Gostou? Então compartilhe

12 comments on “Individualidade vencer é um acaso!”

    • marcondes Responder

      Olá Edivandro!
      Um bom dia e uma boa semana pra você!
      Obrigado pelo comentário e pela visita ao blog.
      Por mais que sejam importantes os talentos individuais, o espírito de equipe oferecemaior garantia de êxito e em menor tempo.
      Grande abraço!
      Marcondes.

  1. Onorival Responder

    Excelente texto para a nossa reflexão ! Muito bom para pararmos e ” afiarmos nosso machado” .

    Um grande abraço,

    Onorival

    • marcondes Responder

      Estimado Onorival!
      Um privilégo meu receber a tua visita e o teu comentário.
      Um amachado bem afiado pode ser muito útil, depende de como e onde você irá utilizá-lo!!!!
      Grande abraço e mais uma vez obrigado pela visita!
      Marcondes.

  2. Antonio Carlos Responder

    “Desenvolver o espírito de equipe tornou-se uma grande indústria de DVDs, filmes, palestras, seminários, consultorias, assessorias e outros tipos de abordagens e orientações, que podem ser um começo, contudo, o êxito sempre se consolida pela ação contínua e bem orientada da liderança.” Este é o segredo do negócio. Apesar dos baldes, temos nos desdobrados para criar tal ambiente. Costumo chamar isto de “aura da empresa”. Não pode estar negra. Tem que brilhar. Um abraço, saúde e boa semana.

    • marcondes Responder

      Olá Antonio Carlos!
      Muito obrigado pelo comentário e pela visita!
      Quando a aura do ambierte de trabalho brilha as pessoas se movem por pura satisfação e os bons resultados são apenas uma consequência de um ambiente onde se privilegia o espírito de equipe.
      Abração e mais uma vez obrigado pela visita!
      Marcondes.

  3. Aldeci Responder

    Olá Marcondes, eu compartilho também deste pensamento e não é pelo fato da data ser 1o de Abril, pois isso é uma grande verdade.
    Abraço

    • marcondes Responder

      Olá meu Irmão!
      Ontem qundo eu terminei de publicar este post já passava da meia noite e me lembrei que era 1º de Abril, quase reforcei que era tudo verdade.
      Trabalhar sob um regime que privilegia a cooperação costuma ser menos estressante e produtivo.
      Muito obrigado pela visita e pelo comentário.
      Tua visita sempre me alegra!
      Grannnde abraço!
      Marcondes.

  4. Edilson Responder

    Boa noite amigo Marcondes.

    De fato é tudo uma verdade absoluta, um bom ambiente de trabalho é o melhor incentivador.

    Ósculo Santo!!!

    • Francisco C Marcondes Responder

      Estimado Edilson!
      Um bom dia pra você!
      Obrigado pela visita e pelo comentário.
      Creio que esse é o grande desafio dos gestores, promover um ambiente cooperativo, feliz, de alta produtividade e invovador.
      Um grannnnde abraço!
      Marcondes.

  5. Carlos Responder

    Marcondes,

    Gostei de seu texto. Muito objetivo e claro!
    Você tocou em um ponto crítico, a educação. Realmente é ela quem molda o profissional que irá fazer a diferença nas empresas.
    Com toda certeza o ambiente profissional também influencia as pessoas, mas é preciso essa clareza dos fatos para poder tratar esse grande mal que existe, a individualidade!

    Parabéns por conseguir transmitir tão bem essa mensagem.

    Abraço.
    Carlos Felder.

    • Francisco C Marcondes Responder

      Prezado Carlos!
      Obrigado pela visita ao blog e pelo comentário!
      Apesar de todo o avanço tecnológico encontrado nas mais diversas áreas, os seres humanos continuam sendo seres emocionais e, por isso mesmo, o maior desafio para a implementação exitosa de qualquer planejamento estratégico. Muito se tem feito e pesquisado, mas são poucos os que dominam a arte de lidar com as pessoas de modo eficaz.
      Abraço e mais uma vez obrigado pela visita!
      Marcondes.

Deixe uma resposta