Logo-grupo-cimm

Para aplaudir de pé!

Sindrome 2

Estudante com síndrome de Down é aprovado no vestibular da UFG. Aluno passou na primeira chamada para Geografia no Campus de Jataí. Mãe diz que decisão de prestar vestibular e fazer o curso foram do jovem. Ele é o primeiro aluno com síndrome de Down a passar no vestibular da UFG. O estudante não teve correção diferenciada. Ele concorreu de igual para igual com os outros candidatos. “A única vantagem concedida foi ter alguém para ler a prova para ele e a prova com letras maiores porque ele tem baixa visão” Explica a mãe do calouro, a pedagoga Eunice Tavares. Ela conta que a escolha do curso e a decisão de prestar o vestibular foi do estudante. “Desde o início do ensino médio ele já começou a falar, que prestaria vestibular para geografia”, diz.

Obs: Colhi a foto e a informação no mural do Facebook da estimada Tatiana, minha amiga, quase sobrinha! Valeu Tati!

Quando leio uma notícia dessas, eu que leciono há mais de 22 anos, não tenho como não pensar em tantos ex-alunos, absolutamente normais, naturais, sãos por completo, no entanto, completamente apáticos e sem vontade, sem garra, sem desejo de mudar o rumo da própria história. Em geral são aqueles da conversa paralela. Muitos, mais cedo ou mais tarde, mudarão com certeza, poderão até ser grandes empresários, gente bem sucedida, quem sabe? Porém, em geral isso ocorre quando a água sobe pela coluna vertebral, quando nasce o primeiro filho, quando se casam, quando alguma fonte extra de sustentação seca. Em verdade, apesar desse tipo de comportamento não ser algo que ao longo do tempo tem me alegrado, não cabe a mim e nem a ninguém julgar! Cada um é livre para decidir o que fazer com o próprio tempo. Contudo, não posso deixar de me levantar e aplaudir de pé esse garotinho! Yesssssssssssssssss! Aí sim maninho!!! Que Deus te abençoe e mantenha tua determinação! Dizer parabéns é pouco, deve haver algo maior que parabéns para dizer a você grande herói!

Marcondes                                 06 de Fevereiro de 2013                            22:31

Gostou? Então compartilhe

8 comments on “Para aplaudir de pé!”

  1. Tatiana Responder

    Muito legal mesmo. Isso só mostra que esse negócio de cotas não está com nada!! QUEM QUER vai lá.. mete as caras.. se esforça.. se dedica.. Afinal, nada nessa vida se conquista sem dedicação.. E isso se reflete na vida pessoal, profissional, amorosa…enfim tudo!!! Um grande bj!

    • Francisco C Marcondes Responder

      Estimada Tatiana!
      Gostei tanto da matéria que ao le-la em seu mural do Face, na hora pensei em passar para o blog. Sobre a questão das cotas para afrodescendentes e índios, eu assisti a um vídeo que o Paulo Maurício publicou no mural dele, onde o filósofo Paulo Giraldelli Junior deixa claro a neessidade delas.
      A questão está mais ligada a promover o convívio do que proteger. Eu compartilhei no meu mural também há algumas semanas.
      Mas a história desse menino é de emocionar qualquer pessoa sensata.
      Publica-se muita coisa no facebook, mas poucas com esse nível de contribuição.
      Concordo com você, vontade é tudo, ou pelo menos, quase tudo. Quando a pessoa realemente tá afim, ela vai lá e faz acontecer.
      Beijão!
      E mais uma vez, muito obrigado por compartilhar.
      Marcondes.

    • marcondes Responder

      Grannnnnnde Zé Buscapé!
      Fiquei emocionado.
      Tanto vagabundo desinteressado, que só vai às aulas para socializar com seus pares, chegam à, quase, humilhação dos seus mestres, enquanto um garotinho desse, coberto de motivos para usufruir da posição de coitadinho, que muita gente deve lhe impor, o cara vai lá e derruba todos os preconceitos!
      Esse sim é ” O CARA” !
      Valeu Zé meu irmão!
      Abraço!
      Chico Paco.

    • marcondes Responder

      Olá Mary!
      Obrigado pela visita e pelo comentário!
      Também vejo dessa forma, uma verdadeira lição de vida!
      Mais uma vez obrigado.
      Abraço,
      Marcondes.

  2. Sergio Responder

    Só um comentário!

    Como deve ser duro engolir esta, para aqueles que acham que as tudo acontecem na vida por osmose.

    Fala sério

    • marcondes Responder

      Grannnde Sergio!
      Obrigado pela visita.
      Fiquei pensando nos tantos comentários que poderão surgir. Alguns creditando mérito ao garoto, enquantos outros atribuindo demérito à faculdade.
      Também fiquei imaginando o que os amigos mais maldosos vão dizer aos candidatos normais que fizeram o vestibular e não conseguiram passar, enquanto alguém com síndrome da Down passou! E assim por diante.
      De todo modo, me parece que preconceito não inibe o nosso amiguinho aí da foto!!!
      É isso meu amigo!!
      Um grande abraço e mais uma vez obrigado pela visita e pelo comentário!
      Marcondes.

Deixe uma resposta