Logo-grupo-cimm

Não tenhas pena de si mesmo!

Tantos são os que se confortam na autocomiseração, que poucos restam  a cumprir com o que lhes estava reservado pelo próprio talento, ainda que sob a zombaria de muitos! O que é disciplina ou precaução sob uma perspectiva, não passa de conformismo ou medo sob  outra. Se teu pulso acelera quando teus olhos se fecham e encontra te com teus sonhos mais elevados, porque abrir mão do que está ao teu alcance, quando tu tens  tão breve tempo a viver  e tão rápido passa?  Que valor tem ser justo com tantos se não podes ser justo consigo mesmo? Não permita que tua vontade seja abalada, não deixe que teus sonhos  se esvaiam  por decurso de prazo. Não sejas tu o demolidor dos sonhos de outros, porém, não admita que o alheio desmorone os teus. Se bravo! Se derrotarem tua carne, que teus ossos se levantem e se esses forem aniquilados, que lutem com teu espírito, pois assim se faz o forte. Não tome o que não te pertence e nem abra mão do que é teu. Vá e vença! Não peques contra ti mesmo. Tenhas fé e Deus o protegerá!

Marcondes,     21 de Novembro, 2012

 

Gostou? Então compartilhe

7 comments on “Não tenhas pena de si mesmo!”

  1. Sergio Responder

    Francisco, meu amigo.

    Isso muitas vezes é um investimento. Voce investe por toda uma vida, e não é justo que entregue os pontos por não colher os frutos. Talvez a colheita seja de pequenos frutos, como muito acontece na agricultura, quando a cultura é nova ou precoce, porém, adubando, cultivando, podando, curando, em pouco tempo os frutos hão de serem vigorosos.

    Forte abraço.

    • marcondes Responder

      Estimado Sergio!
      Sempre que escrevo sobre isso, giro meu senso analítico como a luz de um farol de porto, passando o foco por mim mesmo, para evitar que eu queria persuadir outros a adotarem posturas que eu mesmo não as esteja adotando. O que você escreve faz muito sentido. Creio que um dos maiores desafios para grande parte das pessoas é ter em mente um bom propósito e ter firmeza para mante-lo em foco.
      A somatória de pequenos e contínuos passos acabam formando uma grande jornada. Quando a direção dos passos aponta o rumo certo, o destino só pode ser a felicidade!
      Um ótimo domingo pra você e família!
      Marcondes.

    • marcondes Responder

      Olá Anderson!
      Obrigado pelo comentário e pela visita!
      Quanto maior for a dificuldade, maior será a exigência em termos de recursos para superá-la.
      Alguém que possua sabedoria e vontade como recursos, poderá quase tudo, porém, se essa pessoa, ainda, puder contar com uma Fonte inesgotável de sabedoria, vontade e recursos, suas realizações chegariam ao que muitos considerarão verdadeiros milagres!
      Grande abraço!
      Marcondes.

    • Sergio Rodrigues Responder

      Anderson, bom dia!! Divide este “meu” Deus, Ele também é meu, de nosso, de todos.

      Abraço Fraterno!!

      Sergio

  2. Marcelo Responder

    Muito bacana ler suas mensagens Marcondes!
    É muito bom refletir sobre este tema, pois ajuda a todos a se manterem atentos a isto. Tenho observado em muitas e muitas pessoas, próximas e/ou distantes e fico me policiando para não fazer o mesmo,que é sabotarmos a nós mesmos. Esta sabotagem aparece de diversas maneiras, como por exemplo: dará muito trabalho, não acreditar, desmotivar, cansar, ver muitos obstáculos, achar que não é possível, cair na rotina, tenho muitas coisas para fazer,não gosto daquilo ou daquele/a, ou ainda o famoso, estou sem tempo.

    Um abraço!

    • marcondes Responder

      Grannnnnde Marcelo!
      Obrigado pela visita e pelo comentário!
      Creio que o grande desafio é equilibrar o uso do tempo.
      Um pessoa que se imponha a disciplina de ler 15 minutos de um bom livro por dia, ao final de um mês, poderá ter lido o livro todo e, ao final de uma década, poderá ter lido uma centena de livros e dado um rumo muito mais promissor à própria vida. Isso porque desviou de um dia de 24hs, 15 min por dia para uma boa leitura.
      Muitas pessoas se apaixonam pelo próprio sofrimento.
      Se alguém deseja viver intensamente, que tome suas dores sobre o braço (se é que as têm), que se levante, que erga a cabeça e parta em direção ao êxito que o espera.
      Quem cai e fica chorando pelos cantos a resmungar, acaba se conformando com a triste sorte e tendo pena de si mesmo, contudo, não há azar que resista à determinação, à perseverança, à sabedoria, a coragem e a ação de fé!
      Grande abraço e mais uma vez obrigado pela visita!
      Marcondes.

Deixe uma resposta