Logo-grupo-cimm

Ponha mais flores na tua vida!

Flores?! Em um mundo organizacional e globalizado, tão competitivo, é natural que as pessoas estejam cada vez mais focadas nos resultados operacionais, na lucratividade, no giro de estoques, no crescimento do faturamento, na entrada de pedidos, nas contas a pagar, nas contas a receber, na depreciação dos ativos, na amortização dos custos de investimentos, na rotatividade de facionários (turnover), na evolução no market share (participação de mercado), no share of mind (índice de lembrança da marca), na redução dos custos de administração e vendas, na produtividade, na eficácia logística, no cumprimento das metas sazonais, no planejamento estratégico do próximo período, no estreitamento do relacionamento com os clientes, no plano de carreira, na conquista de metas materiais e pessoais. Outras pessoas, além disso, se preocupam, também, com a entrega dos trabalhos de conclusão de cursos de graduação, de pós-graduação, dos MBAs ou ainda com a execução das lições pendentes do curso de línguas e, quando sobra algum tempo, pensam em……..! Bem! Não pensam em nada; o que já é um refrigério; mas, na maioria das vezes, não sobra tempo para pensar em qualquer outra coisa. Em verdade entregam-se, ou melhor, são tragados pelos tantos compromissos organizacionais e profissionais, que lhes são impostos pelo modelo capitalista de viver, contudo, em um mundo onde tudo é fumaça, ser mais uma molécula de monóxido de carbono não deve ser assim tão ruim !  Trata-se de um turbilhão que distorce valores e arrefece paixões, exaurindo forças, embranquecendo cabelos, embaçando a vista,  assim, enxugando o ânimo de quem pudesse esperar por um olhar mais demorado, um sorriso sincero, um abraço fraterno, um suspiro, uma reflexão, uma conversa descontraida e algum tempo para contemplar as crianças que crescem, as flores que desabrocham e as antigas amizades que já se vão  ao longe, como garrafas atiradas ao mar. Tal qual ovelhas sem dono rumam deserto adentro, sem se dar conta do quanto se afastam da fonte de água fresca chamada “tempo para amar”, ou seja, “tempo para priorizar o que, no futuro, mais poderá fazer falta” !

Toda mudança começa em uma reflexão.

Marcondes,    12 de novembro de 2012.

Gostou? Então compartilhe

4 comments on “Ponha mais flores na tua vida!”

  1. Tatiana Responder

    Nem mesmo tempo de dar uma lidinha rápida nesse post maravilhoso né?! Brincadeira… arranjei tempo e achei sensacional! Vale a pena desligar a cabeça por alguns minutos e mergulhar numa boa leitura! Um grande beijo!

    • marcondes Responder

      Estimada Tatiana!
      Muito obrigado! Teus comentários me são um incentivo para continuar escrevendo.
      Para um dia com 24 horas, 8 horas bem trabalhadas ou, quem sabe 10, para quem necessita estender o expediente, deveria ser suficiente. Ocorre que a maioria, pelo menos dos líderes ou profissionais em ascensão, não conseguem se desconectar. Porém, como escrevi, o primeiro passo para mudar um estado de coisas começa na reflexão.
      Muito obrigado pela visita!!!
      Marcondes.

  2. Sergio Responder

    Francisco,

    Não somos senhores do tempo que vivemos. Na verdade escolhemos prioridades conforme tão bem descreveu em seu texto.

    Quando nos dermos conta e lembrarmos, apenas como efemérides dos bons compromissos vividos ou negligenciados, quando tivermos, como bem disse, as cabeças despigmentadas, quando os olhos ofuscados tiverem a companhia das mãos e pernas tremulas, o caminhar lento e calculado, certamente iremos viver outras prioridades que o tempo nos impora.

    Que o Senhor dos Tempos nos permita que quando lá chegarmos, viver este tempo com dignidade alcançada no tempo em que negligenciamos viver.

    Forte abraço do “poeta” srsrsr amigo.

    • marcondes Responder

      Grannnde Sergio!
      Bom tê-lo para compartilhar palavras e pensamentos!
      Creio que a atitude chave aqui é equilíbrio.
      Tudo tem um tempo certo para ser feito.
      Como li certa vez: “É melhor uma rosa na data certa, do que um colar atrasado”
      A extrema competitividade nos leva a priorizar o emprego, a empresa, a faculdade, a organização, pois as flores (meu amigo veja bem! Estamos falando de “flores” ! ?) Oras! Essas podem esperar!!! Será?
      Quem não pode esperar é o cliente, o faturamento, a entrada de pedidos, a conclusão do relatório, a análise de mercado, o trabalho de conclusão de curso, e lá vamos nós de novo….êiaaaa!!!!
      O grande problema é que, qualquer flor que não receba, ao menos, uma dose de água de tempos em tempos, quem sabe, um pouquinho de adubo, secará de tal modo, que não servirá para mais nada a não ser para a incineração. Depois de seca, despejar um balde de água sobre uma roseira morta será um verdadeiro desperdício, tanto de recursos, quanto de tempo. Muitos chegam ao topo da fama, quando suas vidas já perderam o perfume. Poderão sim semear e colher outras flores, menos aquelas que pisaram enquanto escalavam a montanha e que, talvez, fossem mais perfumosas.
      O objetivo aqui não é julgar ninguém, pois não é esse o propósito, mesmo que assim pareça. A idéia é provocar reflexões e deixar que essas nos conduzam a um melhor destino.
      Muito obrigado pela visita e pelo comentário!
      Abração!
      Marcondes.

Deixe uma resposta