Logo-grupo-cimm

Para ser homem é preciso ser humano!

Valha me pedra da tua dureza. Valha me granito da tua frieza! Valha me rocha da tua firmeza! Valha me aço da tua indiferença! Valham-me todos vocês que não sentem dor, desprezo ou saudades! Valham me vocês sem alma nem espírito! Valham me todos vocês que nada precisam provar ou honrar! Vocês que não se expandem em júbilos, quando nas vitórias; nem se encolhem aos soluços, quando nas derrotas, pois por nada precisam lutar! Valham me todos vocês sem sentimentos, que não se ofendem por humilhação, nem por falta de reconhecimento; vocês que não se sensibilizam com a humildade, não se emocionam com a fraternidade, não se apaixonam pela inocência, nem se submetem às paixões! Valham me todos os que não se revoltam com as injustiças, nem com a hipocrisia! Vocês todos que não sabem o que é fome, sede, frio ou escuridão! Valham me corpos celestes, cujas órbitas e rotas próprias, em nada dependem do sentir!  Valham me todos vocês que não se alteram com as ofensas, não se animam com os elogios, sequer sabem o que é o amor! Valham me seres inertes! Valham me todos vocês , se querem que eu  renuncie a minha extraordinária e maravilhosa  condição de ser : humano! Se uma lágrima furtiva te chega sorrateiramente aos lábios é porque vives ! Não permita que a vaidade te prive da felicidade que encerra o ato de  poder  viver, sincera e intensamente! Só não chora o homem que não aprendeu a ser gente!

Gostou? Então compartilhe

11 comments on “Para ser homem é preciso ser humano!”

  1. marcondes Responder

    Estimado Osny!
    É sempre um privilégio receber tua visita.
    Obrigado pelo comentário!
    A reflexão é uma das maneiras que temos para colocar nossos valores e opiniões em cheque.
    Encontrar um bom ponto da sustentação ao que pensamos é algo como garimpar a vastidão da mente em busca de argumentos que nos façam sentir mais confortáveis com o que tomamos por verdade.
    Grande abraço e boa semana pra você também!!
    Marcondes.

  2. Edilene Rubira Responder

    Marcondes parabéns pelo texto!
    Quando eu era criança e víamos uma pessoa dormindo no chão, causava um inquietamento ao redor, queriamos saber porque estava nesta condição, se bebeu, se passou mal,enfim, hoje as crianças crescem vendo pessoas nas ruas como se fossem lixo, é como se disséssemos, não veja, não tenha pena, não sinta nada e assim vamos crescendo fortalecendo nossas armaduras.
    Abs

    • marcondes Responder

      Olá Salvadora!
      Que bom ter você por perto!
      Ter você como seguidora do Blog é uma honra.
      Escrever é uma desafio progressivo, pois tenho sempre que pensar em algo novo que faça sentido.
      Talvez para um poeta não seja taõ difícil, para um cadidato a poeta há que se transpirar, contudo, fico muito feliz quando dá certo.
      Mais uma vez obrigado pela visita e boa semana!!
      Marcondes.

    • marcondes Responder

      Olá Edilene!
      Obrigado pela visita ao blog e pelo comentário!
      Creio que te entendo perfeitamente.
      Enquanto a educação e a cultura do povo não melhora, como um todo, estaremos sujeitos a esse tipo de comportamento. São muitos os que caem na vida por falta de uma perspectiva de futuro!
      Me lembro de ter lido nos jornais que, certa vez, um psicopata entrou em uma escola da Dinamarca e atirou nos alunos e matou uma criança. Nesse dia o país parou! Pois nenhum Dinamarquês aceitava tal situação. Houve uma comoção geral. Debates na televisão e discussões em toda parte, para saber o que estavam fazendo de errado.

      Se pensarmos o que ocorre em nosso país, é possível que todos os dias, algum adolescente esteja sendo morto nos arredores de alguma favela, nas esquinas e nos bares, mas só há movimentos e manifestações quando isso ocorre com alguém mais poderoso, mais influente, mais rico ou muito conhecido!
      Nós que não temos acesso ao poder das leis, ao mínimo podemos nos indignar e até onde for o nosso poder de influência, podemos, quem sabe, influenciar.

      Já pensei uma vez em fundar um tipo de associação, como li em um livro ” O Administrado Criativo”, que contava que pelos idos de 1910, em Londres, foi fundada a “Sociedade Lunar”. Um grupo de pessoas mais intelectualizadas, cultas e educadas, que se reunia para discutir o futuro da cidade e do país. Discutiam, por exemplo, que medidas deveriam tomar, como cidadãos, para que não sofressem as consequências do que poderia ocorrer em uma sociedade sem boas refências e esperanças.

      Como sou porfessor e costumo estabelecer um bom nível de ralcionamento com meus alunos, pensei em fazer um tipo de conferência com palestrantes e educadores que pudessem levar alguma orientação para os participantes, para motivar a cada um a contribuir e multiplicar o sentimento de civismo e cidadania. O evento não teria fins lucrativos. Custaria apenas as refeições e de repente uma estadia se fizessemos um evento de dois dias.

      Uma amiga, Heloisa Giraldes, na época, fez um levantamento de possíveis locais para ralizarmos esse primeiro encontro. Por R$50,00 por pessoa conseguiriamos levantar o evento. Eu na época tinha condições de arregimentar uma legião de jovens e um grupo grande de professores, executivos, educadores, jornalistas, etc.

      O evento não vingou porque R$ 50,00 era muito para a grande maioria dos alunos. Queriamos os jovens porque eles eram a nossa esperança de um futuro melhor.

      Penso que atitudes isoladas, como a sua e a minha, talvez não consigam resolver esse problema, pelo menos não, na velocidade que gostariamos, mas não deixa de ser uma semente. Um dos motivos pelos quais me mantenho professor é esse, poder não só ensinar uma matéria, mas, quem sabe, formar cidadãos melhores para o mundo em que meus netos hão de viver.

      Vamos ver!!

      Me perdoe escrever tanto!

      Grande abraço e muito obrigado pela solidariedade de pensamento!

      Marcondes.

  3. ANTONIO LOPO Responder

    OLÁ MARCONDES, TRABALHO NA SECO DE SOROCABA, MAIS UMA VEZ VC NOS LEVA A UM INSTANTE DE REFLEXÃO, VERDADEIRAMENTE CADA DIA QUE PASSA A HUMANIDADE FICA MAIS FRIA E INERTE AOS IRMÃOS DE MESMA RAÇA, RAÇA HUMANA, QUE MUITOS TENTAM SEPARAR POR COR , CREDO , POR CONDIÇÃO SOCIAL E ATÉ POR POSICIONAMENTO GEOGRÁFICO. PARABÉNS POR TENTAR ABRIR OS OLHOS DOS QUE AINDA ESTÃO CEGOS, POR ACHAR QUE DIFERENÇAS SEPARAM, NA REALIDADE ELAS AGREGAM-NOS UM POUCO DE CADA UM E NOS TORNAM UM POUCO DE TODOS. O QUE REALMENTE NOS SEPARA É A FALTA DE SENTIMENTOS E DE AMOR AO PRÓXIMO. ABRAÇOS.

  4. Marcondes Responder

    Olá Toninho!
    Sinto me honrado com tua vista ao blog e teu comentário.
    Quando houve a revolução Francesa que resultou na queda da Bastilha, o lema era expresso por 3 palavras:
    Liberdade, Igualdade e Fraternidade.

    À Liberdade, apegaram-se os democratas captalistas. Se eu me esforço mais que você, se eu trabalho e estudo mais que você, se eu sou mais esperto, negocio melhor que você, entaõ eu sou livre para construir meu patrimônio á altura da minha competência.

    À Igualdade, apegaram-se os comunistas e socialistas. Não importa que eu seja um faxineiro e você um astronauta. Se temos o mesmo número de filhos e moramos em um país comunista, iremos receber salários iguais. Pois somos igualmente necessáios à comunidade de camaradas. Isso só não vale se você for membro do governo (Vide o livro ” A revolução dos Bichos” de George Orwell)

    OK! Resta a Fraternidade!!! Quem será que ficou com ela????

    Na teoria, a Fraternidade deveriiiiia ser cuidada pela Igreja, pelo Clero.
    Ocorre que a Igreja, de modo geral, cometeu tantos desmandos em nome de Deus, que o povo hoje não sabe mais em quem acreditar. O enfraquecimento, meio que proposital e provocado da Igreja, só fortaleceu os que queriam governar em causa própria ou ainda muitos mercenários da fé. Me perdoe a crítica generalizada, estou convicto de que há muitas igrejas e templos cuidados por lideranças sérias que representam mesmo a vontade de Deus, mas ainda os vejo como excessões!

    Ao meu ver o mundo está muito carente de Fraternidade Verdadeira!! Você tem razão!!!

    Meu amigo, sobre este assunto, com certeza dá para escrever um livro!

    Me perdoe se escrevi de mais.

    Grande abraço e volte sempre!

    Marcondes.

    • ANTONIO LOPO Responder

      OLÁ, COMO VAI?
      REALMENTE DEIXARAM DE LADO A FRATERNIDADE, MAS SE ALGUÉM ABRE A BOCA INSISTINDO QUE A MESMA SEJA POSTA EM PRÁTICA MAIS QUE RAPIDAMENTE É CALADO OU SEGREGADO DE QUALQUER AMBIENTE QUE NÃO TENHA O MINIMO DE RELIGIOSIDADE.
      ESTOU A 26 ANOS NA INDUSTRIA, E DENTRO DA MESMA POUCOS FORAM OS AMBIENTES EM QUE PREVALECIA A FRATERNIDADE E SE VOCÊ TENTA AGIR COM OU FALAR EM UM POUCO DE FRATERNIDADE E TOLERÂNCIA VOCÊ É FRACO “ESTAMOS EM UMA GUERRA DE MERCADO E O QUE INTERESSA É O CRESCIMENTO FINANCEIRO E O LUCRO ACIMA DE QUALQUER OUTRA COISA, O CLIENTE SEMPRE TEM A RAZÃO MESMO NÃO TENDO”.
      REALMENTE O QUE NOS SEPARA COMO IRMÃOS NÃO É A DESCRENÇA NESTA OU NAQUELA INSTITUIÇÃO, MAS SIM, O EXCESSIVO VALOR DADO AO DINHEIRO, A DESCRENÇA DE QUE DEUS PROVERÁ O NECESSÁRIO PARA VIVERMOS, DESCENTRALIZAR DEUS E CENTRALIZAR O HOMEM COMO SENHOR DE TUDO E DE TODOS FOI UM ERRO GRAVE, POIS O HOMEM NÃO CONSEGUE RESPOSTAS PARA TUDO.
      O CARINHO MÚTUO, O RESPEITO AO PRÓXIMO E ATÉ MESMO O SIMPLES ATO DE CUMPRIMENTAR COM UM BOM DIA ESTÁ SENDO NEGADO A QUEM TEM MENOS POSSES, E ISSO INDEPENDE DE INSTITUIÇÕES NOS ENSINAREM, ISSO DEPENDE DE APRENDER A VIVER EM GRUPO E RESPEITAR CADA QUAL COMO SÃO. NÃO NECESSARIAMENTE, PRECISO CONCORDAR COM AS OPINIÕES, MAS SIM NECESSARIAMENTE DEVO RESPEITA-LAS
      CADA DIA QUE PASSA VEJO A LIBERDADE SE TRANSFORMAR EM LIBERTINAGEM, A IGUALDADE SENDO MEDIDA POR VALORES FINANCEIROS E A FRATERNIDADE GARGANTEADA PELA SOCIEDADE QUE A USA APENAS PARA TENTAR MOSTRAR UMA BOA IMAGEM “POR FORA BELA VIOLA, POR DENTRO PÃO BOLORENTO”, NÃO SEI SE É UTOPIA OU NÃO, MAS UM DIA QUERO VER, PELO MENOS AS PESSOAS VOLTAREM A DAR UM “BOM DIA” UMAS PARA AS OUTRAS INDEPENDENTEMENTE DE SUAS CLASSES SOCIAIS OU DE SUAS CONTAS BANCÁRIAS.
      E A DAR NOVAS OPORTUNIDADES AOS QUE ERRAM, POIS ERRAR E TENTAR MUDAR É MAIS CIVILIZADO E HUMANO DO QUE JAMAIS PERDOAR UM ERRO.
      VAMOS SEGUIR NA LUTA POR ESSA FRATERNIDADE TÃO ESQUECIDA DENTRO DE CADA UM DE NÓS, POIS COMPETE A CADA UM RESGATAR ISSO , PORQUE A MUDANÇA TEM QUE COMEÇAR EM MIM E NÃO NO OUTRO.
      DESCULPE TAMBÉM SE ESCREVI DEMAIS,KKKKKKKKKKK, É QUE ESTA DIFÍCIL ACHAR ALGUÉM QUE SAIBA FALAR SOBRE ESSES ASSUNTOS, A SOCIEDADE SÓ FALA DE FUTEBOL E DINHEIRO O RESTO É DESNECESSÁRIO.
      UM FORTE ABRAÇO DESTE AMIGO E ADMIRADOR.

      • Marcondes Responder

        Olá Toninho!
        Quando eu era criança, gostava de fazer bolas de sabão sobre a mesa de fórmica da cozinha.
        Quando a bola feita anteriormente ficava muito grande e feia, eu passava o canudinho por dentro dela bem de vagar, para não estourá-la e, depois, ia aos poucos formando uma bola nova dentro da bola velha, soprando de leve, até que a bola grande antiga fosse totalmente sustituida pela bola nova.
        Creio que nós que temos essa visão, precisamos alimentar o fôlego da bolinha da fraternidade. Vamos soprando de vagarzinho até que ela possa substituir a bola antiga, formada apenas pela igualdade e pela liberdade.
        Se todos entendessem o valor da fraternidade, as demais bolas não precisariam existir.
        O problema é que a vaidade embaça a visão.
        Agradeço muito o teu comentário. Dialogando crescemos juntos.
        Obrigado e tenha uma ótima semana!
        Abraços!!
        Marcondes.

  5. José Luiz R.Lombardi Responder

    Olá Marcondes. Já atuei como vendedor técnico em alguns ramos e hoje procuro enquadrar-me novamente na área. Não está fácil, mas os teus textos estão servindo como aperfeiçoamento pessoal e profissional.
    Abraço

Deixe uma resposta