Logo-grupo-cimm

Lá de onde eu venho não há gênios…

Lá de onde eu venho não há gênios ou lâmpadas.

Tudo é o que é, nada além disso.

Se alguém quiser mais, tem de lutar por isso.

Não espere por graça, se flui o sangue nas veias.

É tudo pé no chão, cabeça na terra.

O solo é seco e sem vida e é assim que a sorte se encerra.

Quando o sol bate na fronte e faz jorrar o suor

este escorre pela testa e cai, antes do sol se por

umedece o pó e até molha a semente.

mas ela não nasce porque está doente

 

Gostou? Então compartilhe

Deixe uma resposta