Logo-grupo-cimm

Leveza de espírito

Segundo as sagradas escrituras, Deus criou o homem à Sua imagem e semelhança e, sendo assim, nos criara para o êxito, contudo, ao lograrmo-nos livres do ventre materno, trazemos conosco o que nos logrou a digestão do fruto da árvore do conhecimento, fruto este ingerido primeiramente por Eva e depois por Adão, nossos simbólicos ancestrais, à revelia do pensamento Darwinista, aqui não levado em conta.

Deste modo, nosso destino é fruto das escolhas que nós mesmos fazemos, ou daquelas que outros, aos quais nos submetemos, ou delegamos poder, fazem por nós, ou seja, cremos ter ciência do bem e do mal e, com base neste conhecimento, sentimo-nos aptos a decidir o melhor caminho a ser seguido, para chegarmos a um futuro melhor, ainda que este melhor, muitas vezes, não contemple a coletividade e nem a biodiversidade.

Sendo imagem e semelhança a Deus, herdamos o impulso criativo e, por consequência, assim como somos imagem e semelhança de quem nos criou, tudo o quanto criamos também é imagem e semelhança nossa. Tudo aquilo que somos transparece em nossas criações.

Ao concordarmos com isto, podemos então afirmar que empresas, departamentos, produtos, serviços e o êxito esperado por tantos é reflexo do que somos. Tudo o quanto obtemos por nossos esforços é a expressão viva dos valores que nos norteiam. Portanto, para  alguém obter resultados, perenemente melhores, é preciso que este alguém melhore a si mesmo enquanto ser humano. Quanto mais se evolui em direção ao verdadeiro conhecimento, maiores serão nossas possibilidades de êxito e assim será continuamente, até que um dia regurgitemos e botemos para fora, quem sabe, o fruto indigesto comido na gênese de nossa concepção.

Nascemos para o deleite, porém o tempo, o lugar, as circunstâncias, enfim os contextos aos quais nos submetemos, acabam influenciando aquilo a que nos acostumamos chamar de destino.

O bom destino não exige, necessariamente, que alguém seja graduado, lato ou strictu sensu, exige sim, pensar e agir  com desapego, sem preconceito, com ética, coragem, justiça, ânimo e acima de tudo com zelo, zelo pelas crianças, pela fauna, pela flora, pelo planeta, pelo universo, pelo que possa ser considerado honesto, pela verdade e por tudo o quanto puder ser convertido em leveza de espírito.

Gostou? Então compartilhe

1 comment on “Leveza de espírito”

  1. Aldeci Responder

    Caro Marcondes, nosso pensamento flui por alguns minutos durante essa leitura, fazendo com que haja um rápido “escaneamento” de nossa vida. Uma pena que precisemos ser estimulados de tempos em tempos para a reflexão de nosso bem estar e das pessoas que nos cercam.
    Esse deve ser um exercício diário, assim como nossas necessidades básicas, exercitar nosso estado positivo de espírito, nos faz cada vez mais fortes e vivos.
    Que venha o amanhã !
    Grande abraço

Deixe uma resposta